Login | Contato| Ver Cesta (0)
Navegar: Acervos Catálogos Objeto Digital Assuntos Produtores

Visão Geral

Resumo

Âmbito e Conteúdo

Biografia

Informação Administrativa

Descrição Detalhada

3.6.1 - Filatelia do Brasil Império e República

3.6.2 - Marcofilia

3.6.3 - Sigilografia



Contate-nos sobre este material

3.6 - Seção Coleção de Filatelia, Marcofilia e Sigilografia | Centro de Memória e Informação Pessoal Yuri Victorino

Printer-friendly Printer-friendly | Email Us Contact Us About This Collection

Collection Overview

Title: 3.6 - Seção Coleção de Filatelia, Marcofilia e SigilografiaAdicionar a Cesta.View associated digital content.

ID: CEMIP/RNC/CFMS

Primary Creator: Yuri Victorino Inácio da Silva (Curador - Proprietário - Administrador)

Extent: 0.0 Items

Subjects: CARIMBOS, Filatelia, Marcofilia, Selo, Siginografia, SINETES

Abstract

3.6 - CEMIP RNC CFMS - A Seção Coleções de Filatelia, Marcofilia e Sigilografia - FMS contém tres séries: Filatelia, Marcofilia e Sigilografia.

São Selos do Brasil Imperio e República; Marcadores como Selos Secos de Resina, Cera, Terracota, Cerâmica, Chumbo e materias asemelhados. Também Sinetes e Carimbos derivados. Provenientes de doações, assim como da compra de acervos ou itens únicos.

Scope and Contents of the Materials

3.6 - CEMIP RNC CFMS - A Seção Coleções de Filatelia, Marcofilia e Sigilografia - FMS contém tres séries: Filatelia, Marcofilia e Sigilografia.

São Selos do Brasil Imperio e República; Marcadores como Selos Secos de Resina, Cera, Terracota, Cerâmica, Chumbo e materias asemelhados. Também Sinetes e Carimbos derivados. Provenientes de doações, assim como da compra de acervos ou itens únicos.

3.6.1 - CEMIP RNC CFMS FILA - Filatelia do Brasil Império e República, 1600-1990

3.6.2 - CEMIP RNC CFMS MARCO - Série Coleção de Carimbos Filatélicos

3.6.3 - CEMIP RNC CFMS SIGILO - Série Coleção de Selos e Sinetes

Biographical Note

Numismata, graduado em Arquivologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil; Pesquisador, Jornalista repórter cinematográfico concursado na Fundação Cultural Piratini Rádio e Televisão TVE POA-RS-BR; Ciência da Informação e Comunicação, atuando na Educação e Treinamento, no Tratamento e digitalização de Imagens; na Linguagem cinematográfica, na Televisão e Composição da Imagem. Tambem no Tratamento de acervos icnográficos; na Preservação, Restauração e Gestão de Documentos nos Suportes Variados. Atua como Consultor de Documentos Especias Especializados. Foi Mestrando PPGCOM Comunicação e Informação - UFRGS. Pesquisador da Numismática e Filatelia assim como assuntos corelatos.

Subject/Index Terms

CARIMBOS
Filatelia
Marcofilia
Selo
Siginografia
SINETES

Administrative Information

Repository: Centro de Memória e Informação Pessoal Yuri Victorino

Acquisition Method: Compra, doações e permutas.

Finding Aid Revision History: 21/01/2015


Box and Folder Listing


Browse by Series:

[Series FILA: 3.6.1 - Filatelia do Brasil Império e República, 1600-1990],
[Series MARCO: 3.6.2 - Marcofilia],
[Series SIGILO: 3.6.3 - Sigilografia],
[All]

Series SIGILO: 3.6.3 - SigilografiaAdicionar a Cesta.

3.6.3 - CEMIP RNC CFMS SIGILO - Série Sigilografia -  A Série Sigilografia apresenta cinco Dossiers: Selos Lacre de Chumbo da Espanha, Selos Lacre de Chumbo da Letônia, Dossier Coleção de Selos Lacre de Cera João G. Abib e Selos Lacre de Locais Variados.

3.6.3.1 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSLCE - Dossier Coleção de Selos Lacre de Chumbo da Espanha

3.6.3.2 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSLCL - Dossier Coleção de Selos Lacre de Chumbo da Letônia

3.6.3.3 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSLCEABIB - Dossier Coleção de Selos Lacres João G. Abib

3.6.3.4 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSLLV - Dossier Coleção de Selos Lacre de Locais Variados

3.6.3.5 - CEMIP RNC CFMS SIGILO SINETES - Dossier Coleção de Sinetes

3.6.3.6 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSSLCFJJ - Dossier Coleção de Selos Secos e Lacres Filatélica José Junges

A Série Coleção Sigilografia trata do estudo descritivo do selo. Não o selo filatélico, porém o selo carimbo, marca de propriedade indivudual. Como um ramo da Arqueologia e da Diplomática. São os selos apostos nos documentos para os autenticar. São os selos, timbres e sinetes sigilares sob os aspectos diplomático, jurídico, histórico e artístico, em especial aqueles utilizados nas cartas medievais e para autenticar documentos do mesmo período.

Subject/Index Terms:
SELOS
CARTAS
CARIMBOS
SINETES
MARCAS
Timbres
Creators:
Yuri Victorino Inácio da Silva (Curador - Proprietário - Administrador)
Dossier CSLCE: 3.6.3.1 - Selos Lacre de Chumbo da EspanhaAdicionar a Cesta.View associated digital content.

3.6.3.1 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSLCE - Dossier CSLCE: Coleção de Selos Lacre de Chumbo da Espanha

Coleção de Selos Lacre de Chumbo da Espanha é o conjunto de itens provenientes da viagen tecnica promovida pelo Cemip em território Portugues e Espanhol para pesquisa, ensino e compra de itens para as coleções do Centro, ocorrido em outubro de 2017.

As peças foram adquiridas em Zaragoza, Madrid e Barcelona, em feiras de rua ou em lojas espacializadas e antiquários.

Na sua maioria são dos séculos XVII-XiX e XX. Ainda em estudo para melhor classificação.

Dossier CSLCL: 3.6.3.2 - Selos Lacre de Chumbo da LetôniaAdicionar a Cesta.View associated digital content.

3.6.3.2 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSLCL - Dossier Coleção de Selos Lacre de Chumbo da Letônia

Coleção comporta selos lacre de Chumbo da Letônia.

República da Letônia (Latvijas Republika), é uma nação europeia, sendo uma das três repúblicas bálticas. Limita a norte com a Estónia, a leste com a Rússia, a sudeste com a Bielorrússia, a sul com a Lituânia e a oeste com o mar Báltico.

Banhada pelas águas geladas do mar Báltico, tem litoral pantanoso, com dunas de areia e importantes portos pesqueiros. Riga, a capital, é a maior capital das repúblicas bálticas. No bairro histórico de Riga misturam-se edificações medievais e prédios art nouveau, declaradas patrimônio da humanidade. As florestas cobrem quase metade do território, o que favorece o turismo ecológico, em especial na cidade de Sigulda, rodeada de cavernas, bosques e corredeiras. Ex-república da União Soviética, a Letônia conquista a independência em 1990. Como herança do domínio soviético, os russos constituem mais de 25% da população. Em 2004, a Letônia ingressou na Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN/NATO) e na União Europeia (UE).

O território hoje conhecido como Letônia tem sido habitado desde 8000 a.C. Na primeira metade de 3000 a.C., as primitivas tribos bálticas chegaram ao território. Elas foram os ancestrais do povo letão. Estes mantiveram contato com o Império Romano, por meio do comércio de âmbar, atividade interrompida com a invasão dos eslavos no século VII.

Na era cristã, o território hoje conhecido como Letônia tornou-se principalmente um entroncamento comercial. A famosa "rota dos Vikings para a Grécia" mencionada em antigas crônicas partia da Escandinávia atravessando o território letão ao longo do rio Daugava (Duína Ocidental) até a antiga Rússia e o Império Bizantino. Suecos, alemães e russos também ocupam a região entre o século IX e o XII.

Conhecida também como Livônia, a partir do século XIII a atual Letônia esteve sob domínio dos Cavaleiros Teutônicos. O cristianismo é levado pelos alemães às tribos locais, que se convertem. O domínio alemão sobre o território prolonga-se por três séculos, até a extinção da Ordem dos Teutônicos. No século XVI tornou-se parte do Reino da Polônia e Lituânia. Nesta época, o luteranismo espalhou-se pelo país. Nos séculos XVIII e XIX, o Império Russo ganhou controle sobre a Letônia e regiões vizinhas. Com a abolição da servidão, em 1817, os letões passam a reivindicar a propriedade da terra, privilégio dos aristocratas alemães, o que alimenta o nacionalismo letão. Com a devastação da Rússia pela Primeira Guerra Mundial e as dificuldades enfrentadas pelo novo regime soviético, o Conselho Nacional declarou a independência em 18 de Novembro de 1918, formando assim a República Independente da Letônia.

Em 1934, o país tornou-se um estado autoritário, após um golpe de estado dirigido por Karlis Ulmanis. O parlamento (Saiema) foi suspenso. A 17 de junho de 1940 a União Soviética invade e anexa o país de acordo com o pacto germano-soviético (também conhecido como Pacto Ribbentrop-Molotov) de 1939, feito pelo acordo entre os chanceleres Molotov (URSS) e Ribbentrop (Alemanha), com a invasão a Letônia passou a se chamar República Socialista Soviética da Letônia (RSS da Letônia).

Exceto por um curto período de ocupação alemã durante a Segunda Guerra Mundial, a Letônia permaneceu como um território ocupado pela união soviética. A integração ao comunismo soviético é obtida à custa de repressão, e a resistência anti-soviética só é derrotada em 1952. Milhares de camponeses, removidos de sua terra, são presos, deportados ou executados. Os soviéticos promovem uma maciça imigração de russos para o país, até que as reformas da glasnost estimularam o movimento de independência letão. O país tornou-se novamente independente a 21 de agosto de 1991. Desde então tem reforçado seus laços com o Ocidente e, em 1 de maio de 2004 tornou-se membro da União Europeia e também da OTAN.

Dossier CSLCJGABIB: 3.6.3.3 - Selos Lacre João G. AbibAdicionar a Cesta.View associated digital content.

3.6.3.3 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSLEABIB - Dossier Coleção de Selos Lacres João G. Abib

Coleção de Selos Lacre de Chumbo João G. Abib foi adquirida do comerciante de mesmo nome em 27 de janeiro de 2015. Na maioria são selos dos séculos XVIII, XIX e XX da Europa, em especial da Alemanha. Porém encontramos selos de cera brasileiros e outros.

Dossier CSLLV: 3.6.3.4 - Selos Lacre de Locais VariadosAdicionar a Cesta.View associated digital content.

3.6.3.4 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSLLV - Dossier Coleção de Selos Lacre de Locais Variados

Coleção de Selos Lacre locais variados. Não procedentes de Coleções adquiridas fechadas. Podem ser de Correio ou outras finalidades.

Dossier Sinetes: 3.6.3.5 - SINETESAdicionar a Cesta.

3.6.3.5 - CEMIP RNC CFMS SIGILO SINETES - Dossier Coleção de Sinetes

Entendemos por Sinete:

1. utensílio com assinatura, monograma ou divisa que grava em alto ou baixo-relevo e que se usa para imprimir em lacre, cera, papel etc. 2. Utensilio de chancelar.

Dossier CSSLFJJ: 3.6.3.6 - Selos Secos e Lacres da Filatélica José JungesAdicionar a Cesta.View associated digital content.
3.6.3.6 - CEMIP RNC CFMS SIGILO CSSLFJJ - Dossier Coleção Selos e Lacres de Cera proveniente de compra direta na Filatélica José Junges em 29-08-18. Há na coleção selos secos de Portugal e Brasil, além de lacres de cera do Brasil e Exterior. Datam dos séculos XVIII, XIX e XX


Page Generated in: 0.475 seconds (using 223 queries).
Using 5.13MB of memory. (Peak of 5.27MB.)

Powered by Archon Version 3.21 rev-1
Copyright ©2012 The UIUC